Mas, e o que são as competências? O modelo atual de competências pressupõe uma nova atitude do profissional frente ao seu trabalho. 


E essas competências podem ser sintetizadas em uma expressão muito usual que é “CHA”. Competência seria a soma do que significa cada letra dessa expressão: conhecimentos, habilidades e atitudes. Ou seja, até então, durante muitos anos, a teoria sobre competência preconizava que a mesma dizia respeito unicamente ao próprio indivíduo.


Hoje eu acrescento mais duas expressões “V” de valores e “E” de entorno. Como ilustra a figura 1 a seguir:

É o conjunto desses fatores que define a competência de um profissional, já que de nada adianta um profissional com muito conhecimento, mas que não consegue coloca-los em prática. 

 

As competências são: um saber agir responsável e reconhecido, que implica mobilizar, integrar, transferir conhecimentos, recursos, habilidades, que agreguem valor econômico à organização e valor social ao indivíduo.

 

 

[…] Competência é a capacidade de agir eficazmente em um determinado tipo de situação, apoiada em conhecimentos, mas sem limitar-se a eles. Uma competência nunca é a implementação “racional” pura e simples de conhecimentos, de modelos de ação e de procedimentos. (PERRENOUD, 2000, p. 7-8)

 

 

Conforme dicionário Houaiss, (2001, p. 775), do latim, competentia, significa, dentre outras definições, a soma de conhecimentos ou de habilidades e a capacidade de resolver problemas, está muito associado à noção de capacidade.

 

 

A ideia de competência refere-se à capacidade de compreender uma determinada situação e reagir adequadamente frente a ela, estabelecendo uma avaliação dessa situação de forma proporcionalmente justa para com a necessidade que ela sugerir, a fim de atuar da melhor maneira possível.

 

 

Alessandrini (2002, p. 164), completa que é a “qualidade de quem é capaz de apreciar e resolver certo assunto, fazer determinada coisa; capacidade, habilidade, aptidão, idoneidade.“ A competência relaciona-se ao “saber fazer algo”, que, por sua vez, envolve uma série de habilidades. Do latim habilitas, que significa “aptidão, destreza, disposição para alguma coisa”. (HOUAISS, 2001, p. 1502). 

 

 

Para começar o entendimento de cada expressão que forma o sentido de competência, começo falando do CONHECIMENTO. O conhecimento seria a apreensão de informações e dados disponíveis e acessíveis por todos, por meio da leitura de livros, revistas, da relação interpessoal que mantemos no nosso dia a dia, da participação em cursos, simpósios, ou seja, atenção ao intelecto e à construção do conhecimento pelas formas disponíveis e conhecidas. Habilidade seria “saber fazer algo” e atitude seria “fazer” propriamente dito. Outras palavras que substituiriam essas seriam PENSAR, SENTIR e AGIR, nessa ordem.

 

 

  O processo de construção do conhecimento se dá de modo crescente, passando pelas seguintes etapas: dados, informações, conhecimento e saber.

 

Agora, vamos conhecer 20 competências requeridas do profissional do séculoXXI:

 

1)Lidar com problemas
é a capacidade de lidar com situações imprevistas, desafios complexos, feedbacks negativos etc., o profissional tem que estar aberto para as imprevisibilidades e se posicionar de uma maneira distinta, estar aberto a ouvir para se sobressair diante dos contextos que se apresentarem.
2)Inovar
é a capacidade de criar o novo e o diferente, é não se contentar com um único caminho, uma única possibilidade, é se questionar e encontrar alternativas e oportunidades de negócios diferenciadas.
3)Aprender
é a capacidade de aprendizado pessoal; o mercado é dinâmico, então se questione, renove suas posições, torne-se receptivo ao novo, torne-se receptivo a aprender com os outros.
4)Empatia
a capacidade de entender os outros, é estar aberto e disposto a ceder nos seus pontos de vista, é incorporar elementos de terceiros, pois cada vez mais as decisões dentro das organizações são tomadas muito além da área que opera ou controla.
5)Conhecimento tecnológico
é preciso estar “antenado” para conhecer e utilizar essas novas tecnologias. Você pode ter experiência de muitos anos em uma determinada função, porém se não souber utilizar as ferramentas tecnológicas disponíveis perderá a vaga para outro profissional mais preparado.
6)Aprendizado contínuo
aprender é vital para sobreviver no mercado de trabalho. Analise quais são os desafios futuros na sua caminhada profissional e antecipe-se, crie seus diferenciais competitivos. Preciso aprender novas tecnologias? Aprender novos idiomas? Fazer uma pós-graduação?
7)Liderança
é a posição de alguém que lidera um grupo ou uma organização; quando falamos em liderança como competência, na verdade estamos falando de desenvolver a habilidade de liderar, de ir com ou à frente das pessoas, conduzi-las a determinado lugar ou mostrar-lhes o caminho.
8)Iniciativa
é a capacidade de agir espontaneamente diante de uma situação que exija ação. É ter dinamismo. É ser proativo, não hesitar em fazer, é não procrastinar (será que dá para fazer depois? amanhã?). É antecipar-se aos fatos, é fazer, agir e executar.
9)Planejamento
é a capacidade de definir metas que irão compor um plano de ação, elaborar um plano de contingência e não ser pego de surpresa diante de situações de insucesso. Você deve estar orientado para os resultados. Os objetivos definem os rumos de decisões e ações além de influenciarem consideravelmente nos resultados produzidos. Revise os planos periodicamente assim você poderá corrigir ou mudar a rota.
10) Relacionamento interpessoal
É a capacidade de se relacionar bem com as pessoas, de diferentes culturas, valores, formações, o que cria um clima organizacional agradável, propicia um ambiente com troca de ideias saudáveis. A vida é uma escola de relacionamentos, e no ambiente organizacional não é diferente; portanto, a capacidade de interação é primordial nas relações profissionais.
11)Visão global
a interatividade e as acessibilidades que a internet nos possibilita diminuíram distâncias, tempo e transformaram o mundo em uma “aldeia global“. Essa nova configuração de “mundo” conecta e integra economias, acontecimentos políticos e sociais que influenciam muito além das fronteiras de um país. Busque visualizar além das paredes do escritório, cidade, estado ou país e antecipe-se às possíveis mudanças, ameaças, oportunidades profissionais e de negócios.
12)Negociação
a negociação é o meio pelo qual os indivíduos buscam chegar a um melhor resultado sobre algum tema ou assunto, ou a forma como eles solucionam suas diferenças e conflitos. Ela está presente na nossa vida pessoal e profissional, e nas empresas constantemente vivenciamos os processos de negociação nas relações interpessoais, intergrupais, interorganizacionais e multiculturais.
13)Automotivação
é a capacidade de você buscar dentro de si mesmo, meios para mobilizar o seu interior e agir. É não esperar que o mundo externo o motive, pois nem sempre o ambiente lhe proporcionará ânimo e motivação. O entusiasmo pessoal é fundamental para o desenvolvimento profissional contínuo. E como está a sua motivação? Você sente entusiasmo pelo seu trabalho? Traduza o seu desejo em objetivos claros, canalize suas ações para aquilo que é importante. Tenha controle sobre a sua motivação. Acredite em si mesmo!
14)Equilíbrio emocional
é a capacidade de manter a calma, o controle das emoções para conseguir raciocinar claramente e tomar as ações necessárias com a intensidade necessária. Por exemplo, em uma situação de estresse deve-se manter a compostura, ter paciência e respeitar os limites das outras pessoas. O equilíbrio emocional propicia ao indivíduo a capacidade de trabalhar sob pressão.
15) Criatividade
é a capacidade de “pensar fora da caixa”, é ter a capacidade de criar novas alternativas, enxergar soluções, quebrar paradigmas; tudo isso é fruto de um comportamento que questiona, que duvida, que busca novos caminhos e possibilidades e isso vai garantir diferencial competitivo para as empresas e para os profissionais.
16)Comunicação
é a capacidade de compartilhar informações entre duas ou mais pessoas, com a finalidade de persuadir ou de obter um entendimento comum a respeito de um assunto ou de uma situação. Comunicar-se bem não é simplesmente falar bem. É preciso ter flexibilidade na comunicação e vontade de compreender o outro.
17) Comprometimento
como você se comporta no trabalho? Preocupa-se em realizar algo a mais além do trivial? Atualmente o trabalhador comprometido não é aquele que chega mais cedo do que os colegas e sai mais tarde. Ser comprometido é atingir resultados, é tudo que as pessoas fazem a mais, sem que alguém tenha solicitado, é surpreender.
18) Trabalho em equipe
pessoas possuem metas individuais, por exemplo: alguns querem ganhar dinheiro, outros estão em busca de reconhecimento profissional, outros, de promoção. Porém, se essas pessoas não encontram um objetivo em comum que mova a equipe, todo o trabalho pode ser comprometido. Uma equipe fora de sintonia ou que não trabalha bem junta promove para a organização: erros, elevação de custos e outros prejuízos.
19)Aceitação do risco
o sucesso profissional está longe de ser algo garantido. O trabalhador precisa, ao longo de sua carreira, assumir riscos para obter resultados e sucesso. O risco deve ser encarado como algo natural, e o trabalhador não pode se deixar intimidar pelas incertezas.
20) Empreendedor
habilidade de perceber oportunidades e ideias e transformá-las em ações capazes de criar valor para si e para a empresa. Um profissional empreendedor encontra formas inovadoras e criativas de superar dificuldades. Essas competências não são exigências somente para os novos entrantes no mercado de trabalho, mas para todos os trabalhadores. Uma das formas de alcançar sucesso profissional e aumentar suas chances de empregabilidade é adotar, na medida do possível, um conjunto de competências que seja compatível com sua vida, crenças pessoais e as necessidades do mercado.
FONTE: CIAMPA, (2014).
 

Lembrando que essas são só algumas competências que trouxemos para refletirmos um pouco. Outras certamente surgirão à medida que for se desenvolvendo na sua carreira.

Bom vou terminando por aqui.

Espero que tenha gostado dessas dicas.

Para assistir outros vídeos, acesse meu canal no youtube, clique aqui.

Quer receber nossa newsletter? Coloque seu e-mail no espaço abaixo para receber minhas dicas!

%d blogueiros gostam disto: